Foto: Reprodução (Instagram da Xuxa)

Após um longo período colhendo frutos não muito bons com o programa que levava seu próprio nome, parece que Xuxa Meneghel se encontrou na nova atração que comanda às segundas-feiras na Record, o “Dancing Brasil”.

Além de estar mais à vontade, a eterna Rainha dos Baixinhos tem se saído muito bem comandando a atração ao vivo e se interagindo com os participantes e jurados. Na Rede Globo, ela só apresentava programas gravados. Achavam que ela não sabia fazer ao vivo? Isso sem contar que ela também dança em seu reality show, um diferencial que a atração similar do “Domingão do Faustão” não nos oferece.

O sucesso de Xuxa no comando do programa musical rendeu até um convite da BBC para apresentar a versão latina do reality. Isso mesmo! Ser âncora do “Dancing With The Stars” para toda a América Latina (exceto Brasil). Será que a loira vai topar? Tomara que sim!

Para a alegria do público, na noite do dia 15, o tema do programa da Record TV foi a própria apresentadora, que leva consigo uma multidão de fãs cultivados desde a década de 1980. Para surpresa do público, sua filha Sasha estava na plateia acompanhando de perto a homenagem.

A introdução da noite foi bem digna, com direito à Xu saindo de uma nave espacial, assim como fazia no famoso programa “Xou da Xuxa”. Quem é da época, esperava logo cedo escutar “Doce Mel”, a música de abertura do infantil.

Ao longo do programa, os participantes dançaram vários sucessos da carreira da também cantora e vendedora de discos. Sucessos como “Ilariê” e “Marquei um X” fizeram parte do repertório.

Sua ex-paquita Bianca Rinaldi abriu os trabalhos com o hino “Ilariê”. Mas a experiência não a impediu de ficar entre os três piores mais uma vez. Eta, Isaura!

Jade Barbosa se jogou ao som de “Arco Íris”. Detalhe para os figurinos com desenho de arco íris.

Tânia Alves não mandou muito bem com “Marquei um X” e acabou sendo eliminada.

Os queridinhos Maytê Piragibe e Paulo Victor estavam bem alegres ao som de “Tô de Bem Com a Vida”. Nós continuamos shippando esse casal.

Com a melhor nota da semana, a BAILARINA Sheila Mello brilhou com “Tindolelê” em ritmo de tango. Acho chique!

Na semana passada, Leonardo Miggiorin conseguiu a melhor nota. Porém, com “Estica e Puxa”, o ator não alcançou o mesmo feito e quase foi eliminado.

Mika incorporou um índio e mandou bem com “Brincar de Índio”. Rolou até uma história de que seu nome tem a ver com a Xuxa.

Outro ponto alto do episódio foi quando ela interpretou o hit “Lua de Cristal” no encerramento. Que volta ao passado espetacular! Quem chorou aí? (Não aparece a imagem, mas podem clicar no vídeo que ele vai rolar).

Mostrando que também sabe brincar e que não está nem aí para quem fala mal, ela tirou onda com a cara dos haters. “E depois, o povo diz que eu não estou podendo (…) Tô podendo, sim, meu amor”, disse em tom de ironia.

Na web, os internautas falaram a respeito da homenagem à artista. No Twitter, foi um dos assuntos mas comentados.

A atração ainda bateu recordes de audiência desde que estreou na Record TV. Cravou 6,4 pontos de média, 9 de pico e 12% de share, conforme dados da Grande São Paulo.

Comentários

COMPARTILHAR
Eu mesmo: Rafa Japa. Mineiro, administrador de empresas, DJ e amante de música pop e eletrônica. Na equipe do Freakout desde 2013, sem interrupções, divulgando e enaltecendo a cultura pop.